EFEITO DO USO DE BIOESTIMULANTES NA CULTURA DO FEIJÃO-VAGEM (Phaseolus vulgaris L.)

Mikaela de Oliveira Abranches, Guilherme Augusto Mendes da Silva, Queila Gouveia Tavares, Laércio Boratto de Paula, Leônidas Canuto dos Santos

Resumo


Muitos são os desafios enfrentados hoje pela agricultura no mundo. Tal fato, aliado ao rápido crescimento populacional, traz preocupações quanto à produção e fornecimento de alimentos. Além disso, as mudanças climáticas globais trazem prejuízos aos agricultores. Diante deste cenário, muitos produtos são desenvolvidos e oferecidos no mercado com o objetivo de prevenir e corrigir os danos causados aos cultivos. Dessa forma, o presente trabalho buscou avaliar o comportamento das plantas de feijão-vagem mediante aplicação de bioestimulantes, buscando alternativas nutricionais para o plano de manejo da cultura com vistas ao aumento da produtividade. O experimento foi realizado no Núcleo de Agricultura do IF Sudeste MG – Campus Barbacena, com 5 tratamentos e 4 blocos totalizando 20 parcelas experimentais. Avaliou-se a produção e produtividade da cultura através da pesagem das vagens a cada colheita. Os dados foram analisados por meio de análise de variância e as médias comparadas utilizando-se o teste de Tukey, adotando-se o nível de 5% de probabilidade. Conclui-se que não houve diferença significativa entre os tratamentos, não sendo recomendado o uso de bioestimulantes na cultura do feijão-vagem cultivado em solo com alta fertilidade e na ausência de estresses abióticos.

Texto completo:

PDF

Referências


Department of Economic and Social Affairs – Populations Dynamics (United Nations). World Population Prospects 2019. Disponível em: < https://population.un.org/wpp/Graphs/Probabilistic/POP/TOT/900> Acesso em 11 de jun. de 2021.

BAROUD, D.; TAHROUCH, S.; MEHRACH, K. E.; SADKI, I.; FAHMI, F.; HATIMI, A. Effect of brown algae on germination, growth and biochemical composition of tomato leaves (Solanum lycopersicum). Journal of the Saudi Society of Agricultural Sciences, 2021. DOI: 10.1016/j.jssas.2021.03.005.

CASTRO, P. R. C. et al. Manual de Estimulantes Vegetais: Nutrientes, Biorreguladores, Bioestimulantes, Bioativadores, Fosfitos e Biofertilizantes na Agricultura Tropical. São Paulo: Editora Agronômica Ceres, 2017, 453 p.

CARVALHO, M. E. A.; CASTRO, P. R. C. Extrato de algas e suas aplicações na agricultura. Série Produtor Rural nº56. Piracicaba: ESALQ - Divisão de Biblioteca, 2014, 60 p.

COLLA, G.; HOAGLAND, L.; RUZZI, M.; CARDARELLI, M.; BONINI, P.; CANAGUIER, R.; ROUPHAEL, Y. Biostimulant Action of Protein Hydrolysates: Unraveling Their Effects on Plant Physiology and Microbiome. Frontiers in Plant Science, v. 8, 2017. DOI: 10.3389/fpls.2017.02202.

ECCO, M.; MORAIS, W. G.; REUTER, R. J.; POTTKER, V. L.; LENHARDT, V. L.; VANZELLA, T. Uso de diferentes tratamentos de bioestimulante vegetal na cultura da soja. Revista Científica Rural, v. 21(2), 2019. DOI: https://doi.org/10.30945/rcr-v21i2.350.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 3. ed. Viçosa: UFV, 2013, 421 p.

GAZOLA, D.; ZUCARELI, C.; FURQUIM, C. M. P.; MARINHO, J. L. Aminoácidos no desenvolvimento de duas cultivares de mandioca. Scientia Agraria Paranaensis, v. 15(1), p. 88-93, 2016. DOI: 10.18188/1983-1471/sap.v15n1p88-93.

GOMEZ-ZAVAGLIA, A.; MEJUTO, J. C.; SIMAL-GANDARA, J. Mitigation of emerging implications of climate change on food production systems. Food Research International, v. 137, 2020. DOI: 10.1016/j.foodres.2020.109256.

GOÑI, O.; QUILLE, P.; O’CONNELL, S.. Ascophyllum nodosum extract biostimulants and their role in enhancing tolerance to drought stress in tomato plants. Plant Physiology and Biochemistry, v. 126, p. 63-73, 2018. DOI: https://doi.org/10.1016/j.plaphy.2018.02.024.

KAPOORE, R. V.; WOOD, E. E.; LLEWELLYN, C. A. Algae biostimulants: A critical look at microalgal biostimulants for sustainable agricultural practices. Biotechnology Advances, v. 49, 2021. DOI: 10.1016/j.biotechadv.2021.107754.

NASCIMENTO, W. M. Hortaliças Leguminosas. Brasília, DF: Embrapa, 2016. 232 p.

PINTO, C. M. F.; VIEIRA, R. F.; OLIVEIRA, J. M.; NEVES, W. S.; LIMA, R. C. Feijão-vagem (Phaseolus vulgaris L.). In: PAULA JÚNIOR, Trazilbo José de.; VENZON, Madelaine. 101 Culturas: Manual de Tecnologias Agrícolas. 2 ed. Belo Horizonte: EPAMIG, 2019. p. 371-374.

RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVAREZ, V. H. V. Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais - 5ª Aproximação. Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais (CFSEMG): Viçosa, 1999. 359 p.

ROUPHAEL, Y.; COLLA, G. Editorial: Biostimulants in Agriculture. Frontiers in Plant Science, v. 11 (40), 2020. DOI: 10.3389/fpls.2020.00040.

ROUPHAEL, Y.; CARDARELLI, M.; BONINI, P.; COLLA, G. Synergistic action of a microbial-based biostimulant and a plant derived-protein hydrolysate enhances lettuce tolerance to alkalinity and salinity. Frontiers in Plant Science, v. 8 (131), 2017. DOI: 10.3389/fpls.2017.00131.

SALLES, J. S.; OLIVEIRA, C. E. S.; ABAKER, J. E. P.; FERREIRA, T. S.; ZOZ, T. O bioestimulate afeta o crescimento inicial de amendoim semeado em maiores profundidades. Revista Científica Rural, v. 21(2), 2019. DOI: https://doi.org/10.30945/rcr-v21i2.2728.

YAKHIN, O. I.; LUBYANOV, A. A.; YAKHIN, I. A.; BROWN, P. H. Biostimulants in plant science: a global perspective. Frontiers in Plant Science, v. 7 (2049), 2017. DOI: 10.3389/fpls.2016.02049.

CARDOSO, A. I. I. et al. Hortaliças Leguminosas. 1ª ed. Brasília: Embrapa, 2016, 234 p.

Empresa Brasilera de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. Avaliação da aptidão agrícola das terras da Zona das Vertentes – MG. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento 91, dezembro, 2006, 58p.

GALINDO, F. S. et al. Desempenho agronômico de milho em função da aplicação de bioestimulantes à base de extrato de alga. Revista Tecnologia e Ciência Agropecuária, v.9, nº1, p. 13-19, 2015.

PAVEZI, A.; FAVARÃO, S. C. M.; KORTE, K. P. Efeito de diferentes bioestimulantes na cultura do feijoeiro comum. Revista Ciências Exatas e da Terra e Ciências Agrárias, v. 12, n. 1, p.30-35, jan./jul., 2017.

VEZON, M.; JÚNIOR, T. J. P. 101 Culturas: Manual de Tecnologias Agrícolas. 2ª ed. Belo Horizonte, Epamig, 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.